12 Destinos Pelo Mundo para Apreciadores de Chá

O chá é uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo. Se há muitos séculos começou por ser utilizado para uso medicinal, hoje é apreciado por milhares de pessoas das mais diferentes culturas, idades ou classes sociais.

A história do chá remonta há mais de cinco mil anos, na China. Posteriormente, o Japão começou também a consumir esta bebida e, mais tarde, chegou a vez da Europa. Portugal foi o primeiro país europeu a beber chá, trazido do oriente pelos seus navegadores.

Seguiram-se os holandeses, os primeiros a importar o chá da China, no início do século XVII. Em 1652, Catarina de Bragança (filha do Rei D. João IV e de D. Luísa de Gusmão) casou com Carlos II de Inglaterra, e apresentou-lhe a sua bebida preferida – o chá. Foi ela quem introduziu a tradição inglesa do chá. Depois de se ter espalhado pelos quatro cantos do mundo, esta bebida preparada através da infusão de folhas, flores e raízes de planta do chá comprovou os seus benefícios para a saúde e apaixonou milhares de pessoas.

Conheça 12 destinos para apreciadores de chá na Galeria.

12 Destinos para Apreciadores de Chá

1. Turquia

1. Turquia

2. Marrocos

2. Marrocos

3. China

3. China

4. Rússia

4. Rússia

5. Índia

5. Índia

6. Sri Lanka

6. Sri Lanka

7. Myanmar

7. Myanmar

8. Singapura

8. Singapura

9. Malásia

9. Malásia

10. Japão

10. Japão

11. Quénia

11. Quénia

12. Inglaterra

12. Inglaterra

Ultimate Responsive Image Slider Plugin Powered By Weblizar

 

  1. Turquia

Quando se trata do maior país do mundo a consumir chá, nenhum outro ultrapassa a Turquia: a sua população bebe o equivalente a quatro ou cinco chávenas por dia. O chá faz parte da cultura turca, por isso os seus apreciadores terão inúmeras oportunidades de o provar. Aliás, a hospitalidade turca obriga a isso mesmo – servir chá aos seus hóspedes. Se, por acaso, optar por ficar numa guesthouse o chá acompanhará, sem dúvida, as refeições. Os turcos gostam do seu chá preto e doce, servido num copo em forma de tulipa.

  1. Marrocos

Os apreciadores de chá ficarão fascinados pela arte da preparação do chá em Marrocos. O seu famoso chá de menta – o chamado Berber Whiskey – feito com chá verde, hortelã fresca e açúcar. Tradicionalmente, o chá é preparado e servido pelo homem de família, e muitas vezes considerado uma tradição a ser transmitida de geração em geração. Num país onde não se bebe álcool, o chá é o verdadeiro vício da sua população. Muitas riads (casas de hóspedes tradicionais) oferecem chá de hortelã aos hóspedes como forma de lhes dar as boas vindas.

  1. China

Com origem na China, o chá é «a» bebida chinesa. A tradição continua nos dias de hoje, existindo mais de dez mil tipos de chá . O preferido do povo chinês é o verde, mas terá oportunidade de provar muitas outras variedades. Os melhores locais para desfrutar de uma chávena desta bebida chinesa são as casas de chá omnipresentes encontradas por todo o país.

  1. Rússia

Graças ao seu clima frio, o chá é uma das bebidas preferidas da Rússia. Os hábitos de consumo de chá estão fortemente ligados à cultura tradicional russa – por exemplo, os russos exigem beber chá de uma espécie de chaleira tradicional, o samovar. O concentrado de chá, zavarka, é fermentado primeiro num pequeno bule, e depois diluído com água fervida do samovar. O chá é habitualmente servido após ou entre as refeições.

  1. Índia

Na Índia, o chá chai (chá preto com leite e especiarias) é consumido diariamente pelos seus habitantes. É vendido nas bancas de rua e nas estações de comboio, e servido nos restaurantes. Darjeeling é uma das cidades indianas preferidas dos apreciadores de chá. Opte por ficar entre as plantações de chá, aproveite para apreciar as vistas deslumbrantes sobre os jardins de chá e prove o chá aromático e delicado de Darjeeling. Outra paragem obrigatória é o Vale de Assam, muitas vezes referido como a «capital mundial do chá», graças à suas vastas plantações.

  1. Sri Lanka

O Sri Lanka é um dos maiores produtores e exportadores de chá preto e verde de todo o mundo. As plantações de chá nas montanhas de Kandy e Nuwara Eliya oferecem a possibilidade de provar as inúmeras variedades de chá cultivado no local e conhecer a complexidade da sua produção em primeira mão. Faça uma visita guiada por uma plantação, conheça as todas as suas instalações e termine o dia numa sala de degustação, onde poderá provar as novas variedades dos melhores chás de Ceilão que aí são fabricadas diariamente.

  1. Myanmar

Os birmaneses adoram chá. O chá verde é tão comum como a água, e o chá preto com leite condensado é um dos favoritos dos habitantes de Myanmar, sendo consumido de manhã e durante a tarde. Mas os birmaneses não bebem apenas o chá, eles também o comem. O lahpet – salada de folhas de chá fermentadas, tomate, sementes de sésamo, amendoins torrados e feijões crocantes – é uma das especialidades locais, que vai fazer com que aprecie ainda mais o chá.

  1. Singapura

Consegue sentir-se a influência inglesa na tradição do chá – Singapura foi uma colónia inglesa durante cem anos. Para além de ser servido nos melhores restaurantes do país, é também bebido durante a tarde, tal como o «chá das cinco», acompanhado de bolos.

  1. Malásia

Os malaios preferem chá forte, sendo que 80% do chá consumido no país é preto. O Teh tarik – chá preto, leite condensado e leite evaporado – é considerada a bebida nacional da Malásia. Habitualmente é servido aos visitantes para lhes dar as boas vindas, por isso terá oportunidade de provar as mais diversas variedades. Quando se fala de produção de chá na Malásia, a região de Cameron Highlands salta logo à vista. Localizada 1500 metros acima do nível do mar, nas montanhas do Titiwangsa, tem condições perfeitas para produzir chás fortes, saborosos e aromáticos.

  1. Japão

O Japão exporta apenas 2% das toneladas de chá produzidas no país. O chá é a bebida mais consumida no Japão e uma parte importante da cultura japonesa. Há inúmeros tipos de chá disponíveis no país, devorados pelo povo japonês que é um verdadeiro apreciador. O chá verde é o preferido da maioria e é servido muitas vezes de graça, durante ou depois das refeições. Os locais de cultivo mais conhecidos são Shizuoka, Kagoshima  e Uji. A «Cerimónia do chá», uma tradição japonesa, envolve a preparação e apresentação do matcha, um tipo de chá verde em pó.

  1. Quénia

O Quénia é um dos países que, para além de apresentar tours pelos safaris, oferece também visitas às cultivações de chá. O chá queniano é o principal produto exportado e a sua produção é uma das principais atividades, ao lado do turismo, da horticultura e da produção de café. A capital do chá é Kericho, que fica no sítio mais alto da Floresta de Mau.

  1. Inglaterra

O consumo de chá aumentou muito durante o início do século XIX, e foi mais ou menos nessa altura que Anna, a 7ª Duquesa de Bedford, se começou a queixar de ter fome entre o almoço e o jantar. Mais ou menos a meio tarde, lá para as 17h, pedia que lhe servissem chá, pão e manteiga. Este transformou-se num hábito seu e das suas amigas. Mais tarde, esta pausa para um chá acabou por se tornar um evento social e uma das grandes tradições inglesas. O chá faz, ainda hoje, parte do dia a dia dos ingleses, no Reino Unido.

 

Artigo Publicado em: Volta ao Mundo

Por Mafalda Magrini – Fotografias Direitos Reservados

 

With Love*

Tânia Sitoe

From Japan with Love…

Olá  a todas!!

Todas nós sabemos que estes dias de sol maravilhosos são passageiros…e que ainda vamos ter chuva. Mas a nossa capacidade de nos abstrairmos desse “pequeno” pormenor é enorme por isso adoramos já ouvir falar das peças giras que vamos poder usar no verão e que já podemos tirar do armário nesta maravilhosa primavera!!

Uma dessas preciosidades é o Kimono ou Quimono (as duas formas estão corretas) que é uma peça que já faz parte dos nossos coordenados de verão, seja num estilo mais boho, ou num estilo mais tradicional de inspiração japonesa… Entretanto, apesar de já ser super popular entre nós, muitas mulheres ainda têm dificuldade em usá-lo. É muito simples usar, super versátil e facilmente conseguimos criar um coordenado muito elegante com ela.

O Kimono não é uma novidade, pelo contrário, é uma peça muito antiga, tradicional do vestuário japonês desde o século VII sendo que na altura era usado como túnica. O Kimono que nós hoje conhecemos e usamos começou a ser usado a partir do século XVI. Apesar da sua antiguidade, na era moderna, ao longo dos anos esta sempre reaparece, como por exemplo na década de 70 em que o estilo boho-chic foi protagonista e o movimento hippie atingiu o seu auge com a peça sendo usada de várias formas diferentes.

Hoje em dia os modelos variam bastante, mas no geral podemos descrever como sendo uma peça solta e larga, de corte quadrado e mangas amplas. É possível encontrar em comprimentos diferentes, com franjas, rendas ou bordados, podem ser mais soltos ou mais estruturados. Tudo depende da situação em que será usado ou do estilo de cada pessoa.

Os tecidos normalmente são mais leves e fluidos, na maioria das vezes em seda ou tecidos sintéticos que imitam a seda, permitindo que os looks de verão fiquem mais sofisticados. Para isso basta usar o Kimono como “a” peça do coordenado, mantendo o resto simples para não criar confusão visual. Experimenta combinar com um vestido simples, ou umas calças de ganga e um top… fácil não é?!?

Confesso que sou fã dos Kimonos de inspiração japonesa!! Tenho dois e adoro as combinações que consigo fazer com eles!! Ficam algumas ideias!!

 

With Love*

Tânia Sitoe

 

 

Missão Verão: 10 Dicas que te vão ajudar a ingerir menos calorias às refeições

Olá meninas!!

Nesta altura já estamos todas a tratar do corpinho para o verão… para nos ajudar a todas nós a atingir os nossos objectivos de forma saudável e sem exageros há pequenos ajustes que podemos fazer que nos podem ajudar, e muito!!  Espero que gostem!!

A todas as refeições, mas especialmente ao almoço, pode ser tentador escolher o prato que lhe soa mais apetitoso ou preparar uma combinação que adora, sem pensar nas calorias totais que estará a ingerir.

Quer coma fora ou leve o seu almoço preparado em casa, há pequenas substituições que pode fazer para que a sua refeição se torne mais saudável e menos calórica. O site PopSugar destaca 10 dicas úteis:

1. Quando comer sandes, use só uma fatia de pão e empilhe o máximo de legumes que conseguir – ao tirar a segunda fatia de pão pode poupar até 100 calorias;

2. Substitua os croutons da salada por ervas frescas ou grão-de-bico assado;

3. Quando lhe apetecer dar um toque cremoso ao seu prato, use abacate em vez de queijo. Uma fatia de queijo pode adicionar 100 calorias à sua salada ou sandes;

4. Escolha sempre mostarda em detrimento da maionese. Uma colher de sopa de maionese contém 90 calorias, enquanto a mesma quantidade de mostarda só tem quatro calorias;

5. Faça o seu molho de salada. Assim garante que só usa as quantidades necessárias e controla as calorias que estará a adicionar à sua refeição;

6. Para cortar ainda mais calorias, use sumo de limão em vez de azeite e vinagre para temperar a salada. O sumo de um limão contém 17 calorias, enquanto uma colher de sopa de azeite pode conter 119;

7. Escolha pão integral em vez de wrap. Tipicamente uma fatia de pão integral contém entre 69 e 100 calorias, enquanto um wrap integral pode conter até 200 calorias;

8. Escolha sopas à base de caldos em vez de cremes. Alguns cremes podem conter natas e além disso como não têm ingredientes inteiros, têm menos fibra e não promovem uma saciedade duradoura. Aposte em sopas à base de caldos, como canja ou sopa de noodles, por exemplo;

9. Dispense os cereais e os hidratos de carbono utilizando alface como wrap. A parte deliciosa de uma sandes ou wrap está no interior, por isso para quê ingerir calorias extra com a parte externa? Uma folha de alface só tem uma caloria, use-a para ‘enrolar’ o seu recheio saudável preferido;

10. Opte pela fruta fresca em vez de seca. As passas são um ingrediente popular na salada, mas as uvas frescas são uma opção mais saudável e menos calórica. Tipicamente, as frutas secas têm mais açúcar e são mais calóricas. Portanto, da próxima vez que fizer salada, opte por incluir uvas maçãs ou morangos.

 

Fonte:

iStock

 

With Love*

Tânia Sitoe

A Primeira Beauty Session by Bellucci!

Olá a todos!

Obrigada a todas as pessoas que estiveram presentes na primeira Beauty Session da Bellucci Image Consulting! Em primeiro lugar e de forma muito especial agradeço ao Pedro, o meu amor, o meu pilar, que acredita em mim e me apoia em todas estas minhas ideias, mesmo quando eu duvido!! Á minha irmã, Cecília Sitoe que mesmo estando longe me apoia tanto!! À minha mãe que sempre me apoia nos meus sonhos e nunca me cortou as asas (que nasceram tão grandes)… Ás minhas amigas que estiveram presentes, e às novas amizades que fiz lá, à Liliana SCosta, que abriu as portas do seu maravilhoso Coffee Please para o evento e preparou-nos aquela mesa linda, ao Nuno Campos que patrocinou o evento oferendo o seu maravilhoso e tão inovador Lisbon Tea & co, à minha querida Tb Tereza pelos lindos é maravilhosos brigadeiros, céus que perdição é que lindos que estavam… Obrigada a todos os que me apoiam e me têm feito crescer neste caminho que estou a percorrer!

Por fim, não podia deixar de partilhar convosco como foi a primeira Beauty Session da Bellucci!! Espero que gostem e adorava que partilhassem connosco outros momentos como este!!

 

With Love*

Tânia Sitoe

 

Comemoração do Dia da Mulher – Beauty Session by Bellucci

Olá a todas!

 

Este ano através da Bellucci Image Consulting achei que devia fazer algo dedicado às mulheres pela comemoração de mais um Dia da Mulher (8 de Março). E porque nesse dia alguns namorados e maridos gostam de fazer uma surpresa às suas meninas, escolhi marcar o evento para dia 4, um sábado, à medida da maior parte das mulheres.

Como mulher que sou sei o quão importante é para nós sentirmo-nos bem connosco e com a nossa imagem. Mas precisamente por ser mulher sei o quão difícil por vezes é conciliar o trabalho, os filhos, a família, e ainda termos tempo para cuidar de nós. Não é fácil, mas é possível!!

Nesta primeira Beauty Session (Workshop) da Bellucci vou usar a minha experiência como Consultora de Imagem para vos passar dicas e conselhos práticos de imagem e beleza que vão tornar as vossas escolhas mais seguras, com mais estilo e sobretudo, sem gastar muito dinheiro.

Este Workshop é perfeito para ti se:

  1. não sabes identificar o teu biótipo e não sabes o que te assenta bem;
  2. tens dificuldade em escolher a roupa para o trabalho ou para ocasiões sociais;
  3. dizes vezes sem conta “Não tenho nada para vestir!”;
  4. gastas muito dinheiro em roupa e não usas metade;
  5. tens pouco dinheiro para gastar em roupa e precisas de aprender a comprar pouco e bem;
  6. já desististe de te sentir bonita!!!

Pois bem, todas estas situações podem mudar na tua vida, basta saber como, e para isso este Workshop pode ser o início de uma aprendizagem e de uma mudança que fará com que olhes ao espelho e gostes do que vês, com confiança e sobretudo com auto-estima.

 

Os Tópicos que vão ser abordados serão os seguintes:

  • A relação auto-conhecimento/auto-estima;
  • Silhuetas: como identificar o teu biótipo;
  • Estilo e identificação do estilo pessoal;
  • As cores que mais te favorecem;
  • Peças-chave a ter no guarda-roupa;
  • Construção e gestão de um guarda-roupa prático e low cost;
  • Aprende a comprar de modo eficaz;
  • Dicas de maquilhagem rápida e eficaz para o dia-a-dia vs ocasiões sociais;
  • Tendências Primavera-Verão 2017.

 

Para tornar a nossa tarde muito mais agradável teremos a oferta de uma marca portuguesa de chás, a Lisbon Tea & co. e uns brigadeiros de comer e chorar por mais da marca TB Brigadeiro.

Vem, e trás uma amiga. Todas as participantes vão receber um voucher de desconto de 30% em qualquer serviço de Consultoria de Imagem da Bellucci e uma participante terá ainda uma oferta muito especial…não posso dizer já, é segredo!!

Duração: 3hrs

Valor: ‎€15 por pessoa;

Local: Coffee Please (Passeio do Adamastor, 10A, Parque das Nações, Lisboa)

 

Para inscrições: 

info@bellucciconsulting.com

+351 911 109 249

 

Inscreve-te!! Vai ser já no dia 4 de Março!!

 

With Love*

Tânia Sitoe