12 Destinos Pelo Mundo para Apreciadores de Chá

O chá é uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo. Se há muitos séculos começou por ser utilizado para uso medicinal, hoje é apreciado por milhares de pessoas das mais diferentes culturas, idades ou classes sociais.

A história do chá remonta há mais de cinco mil anos, na China. Posteriormente, o Japão começou também a consumir esta bebida e, mais tarde, chegou a vez da Europa. Portugal foi o primeiro país europeu a beber chá, trazido do oriente pelos seus navegadores.

Seguiram-se os holandeses, os primeiros a importar o chá da China, no início do século XVII. Em 1652, Catarina de Bragança (filha do Rei D. João IV e de D. Luísa de Gusmão) casou com Carlos II de Inglaterra, e apresentou-lhe a sua bebida preferida – o chá. Foi ela quem introduziu a tradição inglesa do chá. Depois de se ter espalhado pelos quatro cantos do mundo, esta bebida preparada através da infusão de folhas, flores e raízes de planta do chá comprovou os seus benefícios para a saúde e apaixonou milhares de pessoas.

Conheça 12 destinos para apreciadores de chá na Galeria.

12 Destinos para Apreciadores de Chá

1. Turquia

1. Turquia

2. Marrocos

2. Marrocos

3. China

3. China

4. Rússia

4. Rússia

5. Índia

5. Índia

6. Sri Lanka

6. Sri Lanka

7. Myanmar

7. Myanmar

8. Singapura

8. Singapura

9. Malásia

9. Malásia

10. Japão

10. Japão

11. Quénia

11. Quénia

12. Inglaterra

12. Inglaterra

Ultimate Responsive Image Slider Plugin Powered By Weblizar

 

  1. Turquia

Quando se trata do maior país do mundo a consumir chá, nenhum outro ultrapassa a Turquia: a sua população bebe o equivalente a quatro ou cinco chávenas por dia. O chá faz parte da cultura turca, por isso os seus apreciadores terão inúmeras oportunidades de o provar. Aliás, a hospitalidade turca obriga a isso mesmo – servir chá aos seus hóspedes. Se, por acaso, optar por ficar numa guesthouse o chá acompanhará, sem dúvida, as refeições. Os turcos gostam do seu chá preto e doce, servido num copo em forma de tulipa.

  1. Marrocos

Os apreciadores de chá ficarão fascinados pela arte da preparação do chá em Marrocos. O seu famoso chá de menta – o chamado Berber Whiskey – feito com chá verde, hortelã fresca e açúcar. Tradicionalmente, o chá é preparado e servido pelo homem de família, e muitas vezes considerado uma tradição a ser transmitida de geração em geração. Num país onde não se bebe álcool, o chá é o verdadeiro vício da sua população. Muitas riads (casas de hóspedes tradicionais) oferecem chá de hortelã aos hóspedes como forma de lhes dar as boas vindas.

  1. China

Com origem na China, o chá é «a» bebida chinesa. A tradição continua nos dias de hoje, existindo mais de dez mil tipos de chá . O preferido do povo chinês é o verde, mas terá oportunidade de provar muitas outras variedades. Os melhores locais para desfrutar de uma chávena desta bebida chinesa são as casas de chá omnipresentes encontradas por todo o país.

  1. Rússia

Graças ao seu clima frio, o chá é uma das bebidas preferidas da Rússia. Os hábitos de consumo de chá estão fortemente ligados à cultura tradicional russa – por exemplo, os russos exigem beber chá de uma espécie de chaleira tradicional, o samovar. O concentrado de chá, zavarka, é fermentado primeiro num pequeno bule, e depois diluído com água fervida do samovar. O chá é habitualmente servido após ou entre as refeições.

  1. Índia

Na Índia, o chá chai (chá preto com leite e especiarias) é consumido diariamente pelos seus habitantes. É vendido nas bancas de rua e nas estações de comboio, e servido nos restaurantes. Darjeeling é uma das cidades indianas preferidas dos apreciadores de chá. Opte por ficar entre as plantações de chá, aproveite para apreciar as vistas deslumbrantes sobre os jardins de chá e prove o chá aromático e delicado de Darjeeling. Outra paragem obrigatória é o Vale de Assam, muitas vezes referido como a «capital mundial do chá», graças à suas vastas plantações.

  1. Sri Lanka

O Sri Lanka é um dos maiores produtores e exportadores de chá preto e verde de todo o mundo. As plantações de chá nas montanhas de Kandy e Nuwara Eliya oferecem a possibilidade de provar as inúmeras variedades de chá cultivado no local e conhecer a complexidade da sua produção em primeira mão. Faça uma visita guiada por uma plantação, conheça as todas as suas instalações e termine o dia numa sala de degustação, onde poderá provar as novas variedades dos melhores chás de Ceilão que aí são fabricadas diariamente.

  1. Myanmar

Os birmaneses adoram chá. O chá verde é tão comum como a água, e o chá preto com leite condensado é um dos favoritos dos habitantes de Myanmar, sendo consumido de manhã e durante a tarde. Mas os birmaneses não bebem apenas o chá, eles também o comem. O lahpet – salada de folhas de chá fermentadas, tomate, sementes de sésamo, amendoins torrados e feijões crocantes – é uma das especialidades locais, que vai fazer com que aprecie ainda mais o chá.

  1. Singapura

Consegue sentir-se a influência inglesa na tradição do chá – Singapura foi uma colónia inglesa durante cem anos. Para além de ser servido nos melhores restaurantes do país, é também bebido durante a tarde, tal como o «chá das cinco», acompanhado de bolos.

  1. Malásia

Os malaios preferem chá forte, sendo que 80% do chá consumido no país é preto. O Teh tarik – chá preto, leite condensado e leite evaporado – é considerada a bebida nacional da Malásia. Habitualmente é servido aos visitantes para lhes dar as boas vindas, por isso terá oportunidade de provar as mais diversas variedades. Quando se fala de produção de chá na Malásia, a região de Cameron Highlands salta logo à vista. Localizada 1500 metros acima do nível do mar, nas montanhas do Titiwangsa, tem condições perfeitas para produzir chás fortes, saborosos e aromáticos.

  1. Japão

O Japão exporta apenas 2% das toneladas de chá produzidas no país. O chá é a bebida mais consumida no Japão e uma parte importante da cultura japonesa. Há inúmeros tipos de chá disponíveis no país, devorados pelo povo japonês que é um verdadeiro apreciador. O chá verde é o preferido da maioria e é servido muitas vezes de graça, durante ou depois das refeições. Os locais de cultivo mais conhecidos são Shizuoka, Kagoshima  e Uji. A «Cerimónia do chá», uma tradição japonesa, envolve a preparação e apresentação do matcha, um tipo de chá verde em pó.

  1. Quénia

O Quénia é um dos países que, para além de apresentar tours pelos safaris, oferece também visitas às cultivações de chá. O chá queniano é o principal produto exportado e a sua produção é uma das principais atividades, ao lado do turismo, da horticultura e da produção de café. A capital do chá é Kericho, que fica no sítio mais alto da Floresta de Mau.

  1. Inglaterra

O consumo de chá aumentou muito durante o início do século XIX, e foi mais ou menos nessa altura que Anna, a 7ª Duquesa de Bedford, se começou a queixar de ter fome entre o almoço e o jantar. Mais ou menos a meio tarde, lá para as 17h, pedia que lhe servissem chá, pão e manteiga. Este transformou-se num hábito seu e das suas amigas. Mais tarde, esta pausa para um chá acabou por se tornar um evento social e uma das grandes tradições inglesas. O chá faz, ainda hoje, parte do dia a dia dos ingleses, no Reino Unido.

 

Artigo Publicado em: Volta ao Mundo

Por Mafalda Magrini – Fotografias Direitos Reservados

 

With Love*

Tânia Sitoe

Bellucci Image Consulting

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *