5 Modelos de Ténis Super Versáteis em que Deves Investir

Olá!

Este artigo deu-me um gosto especial a escrever porque eu sou uma fã incondicional de ténis e sapatilhas. Por norma é onde invisto o meu toque de extravagância. Numa rápida retrospectiva pela minha colecção meus ténis, poucos são os que têm cores discretas… os All Star são amarelos, os Gazelle são rosa, os Adidas são verdes com as listras em amarelo… e por aí fora. Os Vans, são os mais discretos, em tons de azul! Nos pés, o minimalismo que me carecteriza fica reservado para os sapatos mais clássicos!

Acho lindo desconstruir um look clássico ao combinar uma saia lápis ou plissada, uma camisa, um blazer e uma cluth e para terminar calçar os Vans em vez de sapatos, como seria de esperar. Ou combinar um vestido suave e flutuante com uns Adidas Stan Smith ou uns Gazelle. É maravilhoso!! E permite-nos estar elegantes sem abdicar do lado prático.

Se nunca experimentaram, vejam como o podem fazer, tenho a certeza que vão encontrar a inspiração que precisam.

 

Estes são os 5 modelos de ténis mais versáteis e intemporais que vale a pena investir:

Converse All Star

A história de um dos maiores ícones da cultura americana e posteriormente mundial começou em 1908, quando foi fundada a marca. O primeiro modelo Converse All Star foi criado em 1917 e veio revolucionar o mundo do basquete. Em 1921, o modelo foi associado a Chuck Taylor, um famoso jogador de basquete que deu o nome ao modelo e passou a representar a marca. Com o tempo, o modelo saiu dos campos de basquete e veio para as ruas, não só dos EUA, mas do mundo inteiro. Há quem diga que quanto mais velhos, e usados e até sujos melhor ficam. Eu concordo!! Os meus têm mais de 12 anos…

www.converse.com

 

Vans Old Skool

O modelo Vans Old Skool foi criado em 1977 na Califórnia e confesso que é o meu crush!! O meus são em azul e adoro a versatilidade que consigo ter quando os uso. Inicialmente usado por praticantes de skate e BMX, hoje fazem parte da cultura urbana de qualquer cidade cosmopolita.

Nesta foto, eu tenho os Vans Old Skool, e a Caroline de Maigret, uma das minhas musas de estilo que eu conheci pessoalmente aqui em Lisboa no lançamento do livro “Seja Parisiense Onde Quer Que Esteja”, estava a usar os Adidas Stan Smith. A True Match!

www.vans.com

 

New Balance 

A New Balance foi fundada em 1906 nos Estados Unidos e produz calçado e vestuário desportivo. Desta marca é difícil escolher apenas um modelo. O dito “clássico” da marca é o modelo 574, e é o que mais conhecido e mais vendido tendo sido lançado em 1988. Entretanto, o recentemente lançado modelo 247 (segunda imagem abaixo na galeria), são lindos e já estão na minha lista!

www.newbalance.com

 

Adidas Gazelle

Os Gazelle são um dos modelos mais icónicos da Adidas. Lançados em 1966 e também associados ao desporto, estiveram na ribalta e nos pés de muitos jovens durante as décadas de 60, 70 e 80, caindo depois no esquecimento. Nos últimos anos voltaram a fazer sucesso, e para minha felicidade, mantêm-se fiéis aos materiais, cores e proporções do modelo original.

 

www.adidas.com/pt

 

Adidas Stan Smith

A história remonta a 1963, altura em que o filho do fundador da Adidas resolveu criar umas sapatilhas em pele com buracos na parte lateral para que os pés dos jogadores transpirassem melhor.

As sapatilhas foram fabricadas várias vezes ao longo dos últimos 40 anos, mas em 2014 voltaram em força, passando a ser o modelo mais vendido de sempre da Adidas. Stan Smith, mais do que o nome do modelo, é o nome do famoso jogador de ténis Stan Smith, que foi patrocinado pela marca e convidado a para dar o nome ao modelo.

www.adidas.com/pt

 

Como Consultora de Imagem, este é o meu principal papel, ajudar as minhas clientes a encontrar o seu estilo pessoal, que gostem e com o qual se identificam, mas mantendo o lado prático que é tão necessário para a correria do dia-a-dia de todas as mulheres.

Para mais informações, visita o meu site de Consultoria de Imagem www.bellucciconsulting.com

Inspira-te e arrasa!!

 

With Love*

Tânia Sitoe

@taniasitoe_stylist

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardar

Victoria’s Secret Shanghai 2017 – Os Melhores Momentos

E foi ontem o tão aguardado desfile da Victoria’s Secret. Este ano a festa de sensualidade, luxo e glamour rumou a Shanghai. O palco do Mercedes-Benz Arena viu desfilar 55 modelos, de 20 países diferentes. O espectáculo foi grandioso, o maior já feito pela marca. Foram apresentados 88 looks diferentes e 38 pares de asas. Os momentos musicais ficaram a cargo de Harry Styles, Miguel, a cantora chinesa Jane Zhang e Leslie Odom Jr.

Os pontos altos do desfile foram sem dúvida a apresentação da tão falada coleção Punk Angels feita em colaboração com a Balmain, e a entrada de Lais Ribeiro que este ano foi a escolhida para vestir o Fantasy Bra, no valor de 2 milhões de dólares.

E porque muito já se falou sobre um dos eventos do ano, hoje prefiro mostrar apenas mostrar os melhores momentos do desfile deste ano!

With Love*

Tânia Sitoe

Lançamento Colecção Resort Roselyn Silva SS 17

Olá a todos!!

Foi na passada 5f dia 25 de Maio que tive o prazer de assistir ao lançamento privado da colecção Resort Spring/Summer 17 da marca Roselyn Silva. Foi com muito gosto que recebi este convite da parte da Catarina Rito e confesso que fui com altas expectativas não só pelo que esperava ver no desfile mas também pelo facto de ser num iate!! Para além de conhecer pessoalmente e gostar muito da Roselyn como pessoa adoro o trabalho dela!!!

O desfile decorreu no iate  Kuriakos – London que estava atracado na Marina de Cascais. Ainda com o barco na marina já se tem uma vista lindíssima de toda aquela zona de costa.

Depois de estarem a bordo todos os convidados o iate saiu da marina, como coincidiu com a hora do pôr-do-sol a luz estava linda. O ambiente era super descontraído, aquilo a que costumamos chamar de “boa onda”….

Já bastante afastados da marina começou o desfile… Como esperava, a colecção estava maravilhosa. Super verão, remetendo-nos para um resort longínquo, quente, de cores vivas e boas vibrações, que é tudo o que procuramos  quando estamos de férias. Sendo a capulana a imagem de marca da Roselyn, o print africano estava presente em todas as peças da forma elegante a que estamos habituados ver nas suas criações. A colecção é bastante diversa desde as maravilhosas saias que todas nós adoramos passando pelos vestidos, kimonos, fatos de banho, bikinis, calções e blazers masculinos…

Vou partilhar algumas fotografias do desfile para ficarem com curiosidade!! Convido todos os fãs desta jovem e talentosa designer e todos aqueles que não a conhecem a fazerem uma visita ao atelier dela na Rua Castilho, em Lisboa. Não deixem de conhecer de perto a nova colecção que foi ali lançada, não se vão arrepender, ou então vão, mas por outros motivos, porque de certeza que não vão conseguir comprar só uma peça… =)

 

With Love*

Tânia Sitoe

 

2ª EDIÇÃO MODAAFRICA ETH(N)ICAL FASHION WEEK 2017

Olá a todos!!

É com especial prazer que escrevo este artigo hoje. Como devem ter reparado estive ausente do Blog durante algumas semanas. Tive muita pena de não conseguir escrever, mas por outro lado estava embrenhada na organização deste grande evento que foi o MODAAFRICA ETH(N)ICAL FASHION WEEK 2017. Tenho o prazer de poder dizer que faço parte deste grande projecto.

Neste fim-de-semana, 21 e 22 de Janeiro, desfilaram na passarele do MODAAFRICA 14 designer africanos ou com alguma ligação ao continente africano, tivemos a participação de designers de países tão diferentes como Angola, Moçambique, Marrocos, Africa do Sul, Uganda, Reino Unido, Alemanha etc… e foi fantástico. Ainda me emociono só de lembrar.

Pouco ou nada se faz sem dinheiro, mas podemos nos orgulhar de ter conseguido fazer tanto, com tão pouco, e graças à ajuda e solidariedade de parceiros que nos acompanham e nos apoiam desde o primeiro momento, tal como o Sr. Arquitecto Luís Rebelo de Andrade que criou a cenografia lindíssima daquele espaço. Mais uma vez o Instituto Superior Técnico cedeu-nos o espaço, maravilhoso e apoiou-nos em tudo o que puderam… Há tantos agradecimentos que ficam aqui por fazer, tantos parceiros, tantos anónimos….

Agora faz-me todo o sentido mostrar-vos por imagens o que foi o MODAAFRICA 17, a festa da moda africana que veio mostrar que em Africa, usa-se orgulhosamente a capulana, e os tecidos africanos, mas também se usam tecidos inovadores e até tecnológicos, numa simbiose perfeita entre manufactura e inovação que aposta na preservação das culturas envolventes ao mesmo tempo que promove a sua arte.

Passaram pelo IST diversas figuras publicas da nossa sociedade portuguesa e africana, e surpreenderam-se com o que ali fizemos. Aos estilistas também devemos um grande agradecimento pelo excelente trabalho que têm desenvolvido e que trouxeram até nós… deixo aqui as imagens do trabalho de alguns deles.

Espero que gostem e espero por vocês lá no próximo ano!

Visitem-nos em www.modaafrica.org e deixem o vosso Gosto na nossa página do Facebook.

 

 

As fotografias do desfile foram gentilmente cedidas pelo fotógrafo Pasma Almeida.

Mais fotografias da sua autoria no MODAAFRICA 17 assim como outros trabalhos assinados por si podem ser vistos em https://www.facebook.com/pasma.almeida

 

E porque nem tudo é trabalho…

With Love*

Tânia Sitoe

In the Closet no Concept Fashion Design – Entrevista a Catarina Rito (Directora Geral)

Olá a todos!

Hoje venho partilhar convosco a entrevista do Blog by Bellucci feita a Catarina Rito, Directora Geral do Concept Fashion Design, evento que vai acontecer este fim-de-semana, dias 3 e 4 de Dezembro, no Hospital da Estrela em Lisboa.

O Concept Fashion Design é um evento cultural que começou a ser materializado em 2014, quando Catarino Rito e Nuno Carapinha se conheceram num projeto em que trabalharam juntos. Por diversas questões Catarina decidiu afastar-se desse projeto, e já tendo uma ideia formada sobre o que gostaria que fosse o Concept Fashion Design partilhou a ideia com o Nuno, pessoa com quem tinha gostado de trabalhar e que fazia todo o sentido incluir nesta ideia.

Como a própria refere as únicas questões eram: “a ideia eu tenho, eu sei o que quero, mas como é que concretizo isto, sobretudo quando não se tem dinheiro?”.

Catarina tinha a noção que para concretizar o projeto que tinha em mente precisava de algum dinheiro, dando os passos certos, não precisaria de muito, mas o investimento inicial teria que ser dado.

No final de 2014 registou a marca Concept Fashion Design em nome próprio, e juntamente com Nuno Carapinha criaram uma associação sem fins lucrativos para poder organizar este projeto mas também já a pensar em outras ideias.

No inicio de 2015 Catarina Rito e Nuno Carapinha começaram a definir e a criar as linhas mestras do evento, contataram algumas entidades públicas, nomeadamente a Câmara Municipal de Lisboa que deu logo o aval positivo e que ofereceu prontamente um espaço para a estreia, o Creative Hub, na Mouraria. O espaço ia ser inaugurado na altura, e a primeira edição do Concept Fashion Design (CFD) aconteceu no primeiro fim de semana a seguir à inauguração.

Nesta primeira edição estiveram presentes nomes tão conhecidos da moda em Portugal como Nuno Gama, Storytailers, como instalação e outros designers participaram nos micro-desfiles que aconteceram nesses dois dias.

A primeira edição conseguiu cumprir os objetivos básicos que tinham esperado atingir, entretanto por ser na Mouraria e o acesso só poder ser feito a pé devido à escassez de lugares de estacionamento, nesse fim-de-semana passaram no evento cerca de 1000 pessoas.

Em 2015, quando a ideia começou a estruturada o objetivo era que não acontecesse sempre em Lisboa, poderia sim começar em Lisboa, mas depois passaria por outras cidades. Em 2015, excepcionalmente as duas edições foram feitas em Lisboa, em Maio e em Novembro.

Catarina tinha uma ideia muito definida quanto aos espaços que gostaria de usar para fazer o CFD. Na sua perspectiva este evento faz todo o sentido ser feito em espaços decadentes ou industriais, “espaços não muito bonitinhos” como a própria refere. Para a edição de Novembro contataram a Santa Casa da Misericórdia que achou a ideia muito interessante por se tratar de um projeto cultural, não por ter moda mas sim por abranger várias formas de arte e disponibilizaram o Palácio Condes de Tomar que ia para obras. O local desta edição já sendo mais acessível conseguiu fazer com que cerca de 5000 pessoas passassem pelo CFD, havia pessoas que entravam mais do que uma vez, e vários estrangeiros inclusive.

O Dr. Pedro Santana Lopes, provedor da Santa Casa da Misericórdia esteve presente no evento e ficou bastante surpreendido do que ali estava a ser feito e transmitido ao publico.

Depois de Lisboa este certame já passou por Setúbal e depois Penafiel, através de um convite de última hora, não consideram uma edição, mas sim uma presença. O CFD foi tão bem recebido nestas duas cidades que já estão agendadas novas edições nas duas cidades para o ano de 2017.

A edição de Dezembro de 2016 que irá acontecer dos dias 3 e 4 vai ter lugar no Hospital da Estrela em Lisboa, mais uma vez com o apoio da Santa Casa da Misericórdia. Este espaço também entrará em obras para no futuro se tornar o maior hospital de cuidados paliativos de Lisboa. O CFD deste ano vai ocupar um dos pavilhões deste hospital que está desativado.

Todo o trabalho de organização do evento, pedidos de autorizações, contatos com os expositores, designers etc é feito exclusivamente pela Catarina e pelo Nuno, pessoa a quem Catarina atribui uma grande responsabilidade na existência do CFD, devido a todo o trabalho que ele desenvolve no projeto e à própria dinâmica que conseguiram criar entre eles, como a própria salienta “o Nuno é muitas vezes o grande motor deste projeto.” A esta equipa de duas pessoas, foram-se juntando algumas pessoas que gostaram tanto do projeto que trabalham com eles quer tenham dinheiro ou não.

O CFD não é nem tenciona ser uma concorrente dos principais eventos de moda em Portugal, nomeadamente o Portugal Fashion e a Moda Lisboa, é sim uma plataforma diferente que pretende dar oportunidade e visibilidade aos criadores das diversas áreas artísticas que de outra forma não conseguiriam mostrar o seu trabalho.

Nesta quinta edição do CFD no que respeita a criadores de moda vão estar presentes alguns nomes como Nelson Lisboa, Carlos Santos, Joan Anguini, Hugo Courinha, Isidro Paiva e Roselyn Silva.

Para além da moda vão também estar presentes outros artistas de áreas como fotografia, joalharia, pintura, escultura, ilustração e instalação.

O fim-de-sema vai ser de chuva, mas não percam esta edição do CFD. O acesso ao Hospital da Estrela em Lisboa é bastante simples tanto para quem for de transportes públicos, como para quem for de carro, existindo ainda estacionamento gratuito no local. As entradas são igualmente gratuitas.

Da minha parte foi um prazer conversar com a Catarina e saber como começou este projeto que se tornou tão interessante, inclusivo e multidisciplinar e que já faz parte da minha agenda.

Para mais informações basta seguir para a página oficial do evento:

www.conceptfashiondesign.pt

 

Vemo-nos lá amanhã!

 

Agradecimento especial pela cedência da entrevista:

Catarina Rito (Directora Geral do Concept Fashion Design)

Algumas imagens das edições anteriores:

With Love*

Tânia Sitoe